sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Acerca da adopção de crianças por casais homossexuais

O muito dar dói e já estou pelos cabelos com os homofóbicos.
Tenho-os por todo o lado. Desde familiares a amigos/conhecidos.
E por causa da aprovação de hoje, é lindo (not) de se ler o mural do meu facebook.
Desde "gente retrograda e mal formada, moral e espiritualmente", a "crianças têm o direito a pai e mãe e não dois andróides" ou "isto é abusar de crianças que nem escolha têm"... é vê-los a encanitarem-se.

Do que é que eu gostava neste momento?
- Gostava de ter a capacidade de agarrar nesta gente para quem tudo é preto no branco e torná-los gays durante tempo indeterminado. Oh, se gostava!

Mas é bom que não se coíbam de falar. É bom saber a cor da casaca de certa gente.

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Poderia ser sinal de futilidade... se eu fosse uma pessoa fútil...

...mas como não sou, torna-se difícil explicar o tamanho prazer que senti ao ir duas vezes a um determinado restaurante, no espaço de duas semanas. Não seria nada de estranho se para tal não tivesse que viajar cerca de seiscentos quilómetros...

Deve ser da idade...


quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Racismo?

Desde que há umas semanas começou a mais recente novela política, descobri que o Sr. António Costa tem novos nomes... "Preto" e "Monhé"!
As pessoas sempre a surpreenderem pela negativa!

Cá para mim é só mais um invertebrado mas como sou pessoa que não tem fé alguma na classe política, a minha opinião vale o que vale!

Ouvidos de mercador

Disse-lhe que preciso de mudar.
Olhou-me de esguelha e clarifiquei que são coisas pequeninas. 
Pequeninas mas muito importantes para mim. Não lhe disse isto, fiz mal, eu sei!
Acho que nem ligou porque não mostrou interesse em que especificasse.
Tenho de aprender a escolher as palavras certas. Se fizer um dramalhão pode ser que me ouça!

Homens!

terça-feira, 10 de novembro de 2015

As saudades que eu tenho...

De quando comia e bebia tudo e mais alguma coisa e o raio do estômago nem piava.

Deve ser da idade pois que só pode. Parece que em passando os quarenta ficamos mais blalhcquinhas.

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Jerónimo de Sousa

Será que não há ninguém que diga ao Sr. Jerónimo de Sousa que já é altura de pôr de lado aqueles casacos larguíssimos que usa? Casacos que foram adquiridos, provavelmente quando o senhor era bem mais robusto?
Com todo o respeito... quererão mesmo passar a imagem de debilidade física que estão a passar?
Só espero que a perda de peso seja unicamente sinal de envelhecimento e nada mais.

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Às pessoas que mudam... para pior.

- Tu que eras uma pessoa porreirinha e que de há uns anos para cá optaste por ser uma besta quadrada e até hoje não percebes que te tornaste uma pessoa amarga, desagradável e ressabiada...

- Vai de retro e quanto menos me apareceres à frente, melhor!

Pena que só possa dizer isto aqui. Bom mesmo, era dizer-to na cara! Mas valores mais altos se levantam...