quarta-feira, 31 de julho de 2013

Ritual de Verão

Ao fim do dia de praia, lavar o biquini com gel de banho enquanto tomo duche.
Hábitos que ficaram de quando as férias grandes duravam três meses e praia era dia sim, dia sim!

domingo, 28 de julho de 2013

Coisas que me fazem sorrir

Ouvir zurrar.

Estou como o tempo

Alguém me diz que raio de tempo é este?
Alguém?
Frio. Chuva.
Em Julho? O mês começou frio e a continuar assim frio vai acabar.

Passo o Inverno a suspirar pelo calor que me alivia as dores e neste Verão onde é que ele está?
Vem por ondas e depois cede, desaparece.

Vamos lá a ver se nos entendemos ou um dia destes canso-me desta terra e mudo de ares.
Vou para onde possa andar sempre de chinelo bonito no pé, onde possa andar sempre descalça em casa sem ter de me preocupar com frieiras...

Um dia, faço como aquele tio-bisavô de quem só ouvi falar cujo nome já esqueci... seria João? (e sabe-se lá porquê nunca mais deu sinal de vida) e mudo de hemisfério.

É facil falar... vá continua... dispara para todo o lado, mais depressa te calas.

sábado, 27 de julho de 2013

Preguiça a quanto obrigas

Como (quase) toda a gente, de vez em quando tenho uns ataques de preguicite muito confortáveis.
Só que os meus ataques de preguicite acabam por sobrar para terceiros (sendo que por terceiros se entende marido)!
Então é assim:

Imaginemos que estamos a ver algo na televisão e me apetece melancia. Em vez de levantar o rabo do sofá e ir buscar, viro-me para o Sasha e pergunto-lhe:  

 - Sashinha, queres melancia?
E ele que adora melancia, fica logo a olhar para mim.
Aí com a maior cara de pau, digo-lhe: - Queres? Então pede ao dono, pede!
E o Sasha bem mandado que é e habituado que está, a que eu partilhe fruta com ele, vai ter com o dono, olha-o fixamente, põe a cabeça no colo dele, puxa-o com uma pata. Vai fazendo tudo isto até que o dono lhe dê atenção. Quando a consegue e o dono lhe pergunta o que quer, ele olha para mim como que a dizer:  - Vá, diz-lhe!
E eu digo: - Amor, eu e o Sasha queremos melancia... 
E o Sasha reforça o pedido ao dono que normalmente nos satisfaz os caprichos.

Sou uma péssima educadora. Não sou mesmo exemplo pra ninguém, muito menos para um cão mas o mal já está feito!

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Assumo

Sou uma gaja esquisitinha... se vejo talheres, copos e pratos mal colocados numa mesa de jantar mais formal, tenho ataques de urticária nas unhas das mãos... mexe-me com a tripa, mesmo.

A culpa é do meu tio. Fica mal dizer que um homem pode ser mais picuinhas do que uma mulher a pôr a mesa mas neste caso é pura verdade! Etiqueta é com ele.

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Pequeno-almoço de Verão

É com esta combinação que se tem começado os dias por aqui.
- 1 fatia de pão de sementes com queijo fresco de cabra (adoro, adoro, adoro!)
- 1 ou 2 figos
- 1 galho pequeno de uvas

Era suposto estar de dieta, não era?


É bom saber

Estava no computador e tive aquela sensação de que olhavam para mim.
Virei a cabeça e vi o Sasha muito sério, de olhos fixos em mim.
Ri-me e perguntei-lhe: - Que é, Amor?
E ele girou a cabeça, uma e outra vez, como sempre faz quando falamos com ele.
Ri-me novamente e disse-lhe: - Gosto de ti!
E ele piscou-me um olho.

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Não te portes bem, não!

Hoje estou num daqueles dias que se pudesse não largava o homem.
Beijar. Sentir-lhe o cheiro.
Abraçar. Sentir-lhe o cheiro.
Acarinhar. Sentir-lhe o cheiro.

Quem me fez tão namoradeira?

terça-feira, 23 de julho de 2013

Cabeça de vento

Ir à casa de banho de phones nos ouvidos, não tem problema algum, excepto se um dos auriculares estiver caído.

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Perdida por um, perdida por mil

As estacas destas figueiras, vieram de Espanha.
Nem lhe sabemos o nome. Há quem diga que é uma variedade turca.
No ano passado, no inicio de Julho já estavam maduros. Este ano, por causa do frio que fez, a maturação atrasou uns quinze dias.
Este cesto desapareceu num abrir e fechar de olhos.
Arrependimento? Nenhum.



domingo, 21 de julho de 2013

Bom observador

Hoje saí de casa, com um anel que não sendo novo, só uso no Verão. Pu-lo a substituir a aliança, já que ainda não emagreci o suficiente para ela servir.
Ia no carro com o meu pequenino quando ele pergunta:
"-Anel novo, tia? É o de casamento? Deu-to o tio?"

São cinco anos de pessoa pequenina. Onde vai ele buscar estas coisas? Como se interessa uma criança pequena, ainda por cima rapaz, por coisas como anéis e alianças?

sábado, 20 de julho de 2013

16

E já cá cantam 16, Amor!

Sexo, sexo, sexo!

Dormir na casa de pessoas que mal conhecemos e do quarto ao lado do nosso, só virem ruídos de sexo, sexo, sexo. De toda a maneira e feitio.
Juro que pensei que a cama se partiria a qualquer momento.
E no dia a seguir, a maior cara de pau! Todos muito angélicos, muito puros.
Uns sonsos!

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Toma aí que já almoçaste!

O fofo do meu sobrinho, liga-me para saber quando podemos ir comer um gelado. Depois de tudo combinado, pergunta:
- Ó tia, o Sasha nasceu da tua barriga ou da do tio?
E eu, ainda meia bêbada de sono, quase que me mijei de tanto rir.

Overdose

Ontem, o cheiro a maresia era tão mas tão intenso que fiquei com as narinas doídas de tanto snifar.

Tudo na mesma

Mais de quinze dias a portar-me tão bem com a comidinha e nem um grama perdido!
Exactamente o mesmo peso. Como é que é possível?

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Varetas e parafusos

- Então e a tua perna, como está? - perguntou-me uma amiga. - Muitas dores?
- Olha, a minha perna é bipolar. Tem dias que está óptima, depois tem aqueles que está uma merda!

terça-feira, 16 de julho de 2013

Ando uma revoltada

E nem estou com o TPM.
Refilo por tudo e por nada.
Se estou em casa, é porque estou em casa. Se saio, é porque saio.
Se tenho, é porque tenho. Se não tenho, é porque não tenho.
Se o telefone toca, é porque toca. Se não toca, é porque não toca.
Desconfio que é por ter cortado com os doces. Quase que choro quando me apetece um bolo.
Oh que miséria! Não tenho paciência para me aturar!

sábado, 13 de julho de 2013

Odeio visceralmente canis municipais

E abomino quem por tudo e por nada "os" chamam para recolher cachorros de rua inofensivos.
Que nunca tenham a sorte de o fazerem à minha frente. Por muito boas pessoas que sejam, serão sempre para mim uns ignóbeis. Como seres humanos são Lixo.
E que quem lá trabalhe, não tenha a infeliz ideia de tentar capturar um cão, meigo mas vadio, à minha frente.

Estamos em pleno Julho

E tenho frio.
Ontem um calorzinho tão bom... hoje tenho os ombros gelados!

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Mais cedo do que esperava

O Sasha, como bom labrador que é e não querendo envergonhar a raça, da boca não lhe escapava nada.
Foram portas, roupas, mãos, braços, sapatos, almofadas, livros, sofás, nem a parede se escapou.
Li algures que esta raça só acalmava aos quatro anos. Quando tomei consciência do que estava a ler, ía panicando! Pensando positivo, visualizei uma decoração nova, em toda a casa, lá para 2014/2015.

Gradualmente foi deixando de fazer estragos. Com um ano, as asneiras já eram poucas. Só mantinha dois comportamentos que nos irritava...
Não sabia brincar sem abocanhar... mal alguém lhe estendia a mão para fazer uma festa, pimba! A mão desaparecia-lhe dentro da bocarra.
O outro comportamento que me levava ao desespero, era que se revoltava sempre que o dono saía de casa. Mal ele ouvia o carro, ficava tão mas tão zangado, que ladrava num queixume tão grande que me exasperava. Quantas vezes liguei para a minha irmã e para a minha sogra, só para que elas falassem com ele e ele se calasse? Perdi a conta. Valia tudo para o distrair!
Ladrava muito alto e punha-me as patas em cima, muito revoltado mesmo. Era uma situação caricata. Tanto me fazia perder de riso, como me fazia ter vontade de arrancar os cabelos! Era capaz de manter-se a ladrar desalmadamente durante uma meia-hora, sempre olhando para mim.

Há coisa de dois meses, maravilha das maravilhas... deixou de abocanhar e já não se zanga quando fica sozinho comigo.
Vendo bem, o meu menino Só levou "quase" dois anos a atinar!
Queixar-me pra quê?

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Nelson Mandela

Finalmente aparece a notícia que Mandela está em estado vegetativo permanente. Parece que esta informação consta de um documento de 26 de Junho. O documento foi apresentado em tribunal na semana passada pela família de Mandela, num processo sobre o local dos túmulos de alguns dos seus filhos.
Os médicos aconselharam a família a desligar o ventilador mas a família ainda não tomou uma decisão.
À comunicação social a mulher dele, Graça Machel disse: "...  Apesar de por vezes o Madiba poder estar desconfortável, são poucas as vezes em que sente dor mas ele está bem. Qualquer que seja o resultado do seu internamento no hospital, continuará a ser a segunda vez em que ele se oferece à nação, uma oportunidade para se unir sob a nossa bandeira e sob a nossa constituição. Consideramo-nos todos iguais. Iguais no amor que sentimos por ele,  mas mais importante que isso tem de ser no amor pelo país."
O que é que sinto ao ver a notícia?
Nojo.
Esta família está tão cega que não quer largar a galinha dos ovos de ouro. Que raio de amor é este quando não se deixa um familiar partir em paz?
Onde está o respeito?

As saudades mordem-me os calcanhares

Com o catano!
Dá para recuar uma dúzia de anos, dá?

terça-feira, 2 de julho de 2013

A quem me roubou as All Stars do estendal

Que a caganeira seja tanta que nos próximos dias não saiba o que é sair da sanita.
Mas se levou por uma questão de necessidade e não de cobiça, fica sem efeito a caganeira mas que não deixe de lhe pesar a consciência.
É que a mim as coisas não me caem do céu e se hoje me entraram no quintal, numa zona meio escondida, vai ser uma questão de tempo até me entrarem dentro de casa.

E vai um desgoverno no Governo...

Primeiro o Gaspar, agora o Portas

Sr. Passos Coelho, quer dizer que a seguir é V. Exa.?

Andam a brincar connosco, é o que é.

Apaixonei-me por esta cabra

 
 Logo eu quem nem vou muito à bola com os olhos dos caprinos!