sábado, 31 de dezembro de 2011

Adeus 2011

Não me deixas saudades.
Vai e leva contigo todo o azar.
Que o 2012 venha cheio de Saúde e Boa Sorte!
Isto de passar o Natal e o Fim de Ano num hospital é uma treta! Valha-nos a internet que nos permite estar on-line com a família!
Entra 2012.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Natal neste hotel 5 estrelas?

Desde sábado à tarde que estou internada no hospital. 
Causa: fractura da tíbia direita.
Agora percebo a inquietação dos dias anteriores.
Mais uma vez, só não acerto nos números do euromilhões!
Que coisa, pá!
Portanto, os próximos dias vão ser chatinhos! Muito chatinhos!
Até por aqui...

sábado, 24 de dezembro de 2011

Yann Tiersen: Comptine d'un autre été: l'après-midi



Adoro.

E olha o que encontrei...

Este Natal também é meu!
E só assim é que faz sentido.
E já agora, no futuro quando me oferecer para fazer doces, mandem-me ter juízo!
Ouviste, miúda?

Olha aí, há tanto tempo que não te sentia!

Depois de uma torta de claras, um tronco de Natal, bolachas de chocolate e um bolo de bolacha, acabei a noite estatelada no chão da cozinha! Entre acertar num banco ou pisar uma das gatinhas, fiquei-me assim pelo meio... não acertei no banco mas também não pisei a gata... sentei-me no chão.
Amanhã é que vão ser elas!

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Neste Natal

O que interessa acima de tudo, é termos quem amamos à nossa volta.
Não há dinheiro que colmate a falta de alguém.
Por isso, olhemos para o que mais interessa: Os Nossos.
O resto são cantigas e ilusões.

Um Feliz e Santo Natal!

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Há os babyblog e agora há o puppyblog! lolol

Asneirei e à grande!

Já tenho idade para saber que cães na cama, não é boa ideia.
Pois mas não tenho estado a aplicar a experiência.
Ontem deitei-me tardíssimo e quando fui para a cama já o marido dormia.
O Sasha foi comigo até ao quarto e lambidelas à parte, saltou-me para a cama. Deitou-se no meio dos dois.
Não podendo falar alto, comecei a mandá-lo para a cama. Qual quê! Orelhas moucas! Não me ligou nenhuma!
Muito quietinho, muito aconchegado. Mesmo falando baixinho acordei o marido. Quando viu quem estava deitado ao lado dele, mandou-me uma rosnadela (o marido, não o cão!) e tapou a cabeça.
De manhã levantou-se e levou-o para a cama dele. O Sasha como quem não quer a coisa, retirou os protectores dos sofás. Levou umas palmadas e dormiu o resto do tempo na cama dele.
Já sei, mea culpa.

Mais um motivo para sorrir

A partir de hoje os dias começam a crescer!

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Um motivo para sorrir

Mal o meu marido se levanta da cama para ir trabalhar, o Sasha (é este o nome da peste) deita-se no lugar dele.
Na primeira vez, não dei por nada. A cama é grande e o rapaz sabendo que o que estava a fazer era proibido, deitou-se longe e bastante quieto. Só dei por ele porque o telefone tocou e quando me tentei virar para o apanhar na mesa de cabeceira, senti o edredon preso. Achei aquilo estranho e voilá, lá estava o rapaz. Deitado tal e qual como uma pessoa e com a cabeça na almofada!
No dia a seguir repetiu. Chateei-me com ele e mandei-o sair. Vingou-se. Quando entrei na sala, eram almofadas e mantinhas por todo o lado! Nem foi preciso dar-lhe umas palmadas. Bastou um tom de voz mais alto. Tremia todo. Sabe que faz asneira mas acho que não consegue resistir.
Desde esse dia, não voltei a pô-lo fora da cama. Deita-se ao meu lado, não estraga nada e dorme até que me levanto!
O resto do tempo dorme na cama dele, logo, se só vai para a nossa cama quando fico sozinha é porque me quer fazer companhia e sabe que não suporto o frio! lolol
Pois sim, está bem está! Faz de conta!

sábado, 17 de dezembro de 2011

Podia ter sido escrito por mim

Li algures o seguinte e não identificavam o autor mas este pequeno texto resume, infelizmente, este pequeno país à beira mar plantado:

"Quando você perceber que para produzir precisa ter a autorização de quem não produz nada,
 Quando comprovar que o dinheiro flui para quem negoceia, não com bens mas com favores;
 Quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e pela influência, mais que pelo trabalho e que as leis    não nos protegem deles, pelo contrário são eles que estão protegidos de você;
Quando perceber que a corrupção é recompensada e a honestidade converte-se em auto-sacríficio:
Então poderá afirmar sem temor de errar que a sua sociedade está condenada."

Pronto, postei. Assim, a seco! Nem li. Pumba!

Faltam 7 dias

E aquela pica toda que tinha há dias pelo Natal, sumiu-se.
Nem um terço das compras tenho feitas e a vontade de as fazer não é nenhuma.
Cada euro que gasto faz-me pensar se não virei a precisar dele nos tempos que se avizinham.
Estou com este país pelos cabelos! E quando digo "país" estou a referir-me a quem nos governou e a quem nos governa. Tantos podres que ninguém extermina.
E eu que disse a mim própria não escrever sobre isto durante este mês. Afinal, o que interessa é que a família está toda junta. Mas ver tanta gente a passar necessidades por causa de um monte de ignóbeis e saber que ainda vai piorar, dá-me náuseas e dores de cabeças constantes.
E estou aqui vai-que-não-vai quase a apagar isto tudo mas ...

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Já alguma vez disse que o meu mano é lindo, lindo?

Um borracho?
Não?
Coisa mai linda!

Gentinha

Por causa deste post em que concordo plenamente com a Dina, posso dizer que há uma coisa que detesto ainda mais.
Gentinha.
Gentinha que diz amén a tudo, que são sempre sorrisos e a simpatia personificada para toda a gente. São uns amores. Conquistam todos e são sempre bem vistos. Depois vai-se a ver e falam horrores por trás. Trabalhei com dois exemplares desses. As maiores víboras que já conheci.
Não suporto. Urticária aguda!

domingo, 11 de dezembro de 2011

Mas que bem... as coisas que se diz... será que vai cair em si e pedir desculpa? Não foi comigo e tou aqui com as orelhas a ferver!

Ups! Já me esquecia do tio!

Voltando ao meu tio...
Antes de casar, fez obras na casa dos pais e redecorou-a quase toda.
Faz mil e uma coisas ao mesmo tempo.
Tem um emprego extremamente bom, sim... emprego (aquilo é trabalho que não cansa) e quando sai de lá vira agricultor. Pega no tractor, arranja tubagens de rega e apanha fruta. Sabe construir estufas enormes, à maneira antiga, em madeira. Adora jardinagem.
Já foi político mas viu ciganice a mais e saiu.
Não descansa um dia na semana. Uma canseira para quem o rodeia!
É pedreiro e pintor. E electricista também!

Cozinha e é muito meticuloso se tiver de limpar alguma coisa.
Ufa! Mais alguma coisa?
Sim! É teimoso como uma mula, ciumento, possessivo, é um pai galinha, é guloso mas não sai da linha...
Mais?
Sim. Já teve um cancro e passou pelo processo todo sem contar a ninguém. Sempre que se ausentava para fazer tratamentos ou exames, ia supostamente em viagens de trabalho...
Logo, homens perfeitos não existem mas há alguns que nascem com uma estrelinha extra. Que fazem com que tudo pareça fácil! Demasiado fácil!

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Pai Natal, estamos a inovar!

O meu sobrinho pediu ao Pai Natal uma cozinha. Já lhe expliquei que não é verdadeira, que é só de brincar e ele diz que sim, que quer. Vamos ver se não vai ser como com o computador, que tendo dois para a idade dele, só quer e usa o da mãe! Estes miúdos estão muito à frente. Aprendem a uma velocidade que me deixa assombrada!
Também quer um martelo e uma chave de fendas.
Mas parece que a cozinha é que não pode faltar. Ouviste, Pai Natal?

Haja paciência

Tão caladinho, tão caladinho, deu nisto: uma das mantinhas de sofá foi personalizada by Mr. S.
Dois buracos bem redondos no meio. Agora é puxar pela imaginação e tapar os buracos. Não dizem que as mantas de retalhos estão na moda?
Então, vamos sorrir, sim?

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Três! Três!

Botijas de água bem quente e nem assim!
Se os pés continuarem gelados, chamo o S. para a cama.
(Que inveja tenho daquele cachorro, é um forno!)

domingo, 4 de dezembro de 2011

Homens "apuradinhos"?

A pessoas são cabeçudas, não são? Digo isto por causa das reacções que vi à reportagem da SIC acerca dos homens a dias.
Isto de um homem tratar por tu as lides caseiras, faz comichão na cabeça de muita gente.
Quase que arrisco a dizer que os apelidam logo de maricas ou como uma colega minha dizia: "Uns coninhas"
Não conheço pessoalmente nenhum (homem a dias) mas tenho na família algumas referências que me permitem dizer e defender que há homens que são o máximo.
Não vou falar do meu marido, que me arruma a um canto, ali no fogão e que fazendo falta, faz as compras para casa, lava roupa, passa a ferro, limpa e aspira. Casa de banho e limpar sapatos, é que não são com ele! Não seria um excelente homem a dias mas mulher que tivesse as aptidões dele de certeza que não se queixava.
Depois tenho o supro sumo. Um homem que até hoje ainda não conheci nenhum como ele.
O meu tio.
Temos menos de vinte anos de diferença.
Bonito, muito inteligente, muito elegante, extremamente bem educado. Muito bem casado com uma mulher que quase lhe chega aos calcanhares e pai da minha espectacular prima. Ui!!! Tanta baba.
Voltemos lá ao tio...
Quando era miúda comprava-me roupas magníficas. Quando conheceu a minha tia, começou a desenhar roupas que depois a mãe dela me fazia. Dava-me explicações de matemática... por telefone porque tínhamos 250Km entre nós, o que me permitiu estar sempre uns passos à frente do resto da turma. Tirava-me fotografias super giras. Comprou-me livros de gente grande quando ainda só tinha 10 anos. Ensinou-me a maquilhar. A utilizar as cores que me favoreciam.
(continua ...)