sábado, 31 de agosto de 2013

Foi um ai que se lhes deu

Acabei de me empaturrar com figos.
Marcharam uns seis ou sete de seguida. Parei de contar no quinto, logo talvez tenham sido mais... Quero lá saber!
Se as bolachas de chocolate não dão conta desta ruindade, os figos hão-de dar.
O meu corpo tem especial prazer em massacrar-me. Ignóbil tpm (assim em letras pequeninas que é para retirar alguma importância ao desgraçado!).

Veio-me assim à cabeça

Que se a minha avó ou um primo-avô ainda cá estivessem, diziam, de certeza, que a namorada do meu irmão, é uma piorrinha.
No bom sentido, claro!
Pequena e muito bonita, fácil de rodar entre braços!

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Trovoada de Verão II

E já choveu.
E um cheirinho maravilhoso a terra molhada levantou-se no ar.
A chuva parou, o céu começou a abrir e o pôr-de-sol foi lindo.
Na praia, o mar estava lisinho e o Sasha não queria sair da água.
Tá-se bem.

Trovoada de Verão

Tá frio já há alguns dias.
Não chove (ainda).
Mas os trovões já rosnam baixinho no céu nebulado.

Casa dos Segredos

É este o nome, não é? Daquela coisa a que chamam programa?
Se não for, paciência!

Se um filho meu me dissesse: - Mãe, tenho uma audição para a Casa dos Segredos! - eu... depois do minuto que levaria a fechar a boca muda de espanto, levantaria uma mão que sensata e friamente pregaria um estalo... na minha cara.
Depois, aproveitando a dor física... já que a dor psicológica provocada pelo anúncio me deixou anestesiada... choraria lágrimas enraivecidas... a tentar perceber em que momento meti os pés pelas mãos, na educação da minha criança.
Mas isto sou eu... há quem faça uma festa. Só espero que seja mentira.

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Água para barbas

É o que me dão as minhas cervicais.
Já há alguns anos que não acontecia uma crise no Verão.

Tá uma pessoa, muito bem no sono dos justos e acorda com um braço dormente. Vai para se virar mas a asa não acompanha o corpo. Toca de a puxar com a outra mão. Aconchega a almofada para dar mais apoio ao pescoço e ainda antes de voltar a sentir as pontas dos dedos, apaga.

Minutos depois... é o que parece... acorda novamente, agora é a outra mão. Ainda não teve tempo de alastrar ao braço. Levanta-a, sacode e ao fim de algum tempo já parece que está a dançar o Corridinho.

Passado mais um bocado, acorda-se novamente. Agora estamos de barriga para cima. Mãozinhas que não sinto em cima dela. Sim, naquela posição que não gosto nada porque é assim que metem as daquelas pessoas a quem já se lhes arrefeceu o céu da boca (sem faltar ao respeito a ninguém mas não lido bem com cadáveres... ou não lidava... a vida vai ensinando sem direito a reclamações).
Voltando às mãos dormentes... deixam-se cair... paralelas ao corpo... o cansaço vence.
E tem sido isto, noite sim, noite sim, de há duas semanas para cá, só muda a ordem.
Desde que não piore, está-se bem.


terça-feira, 27 de agosto de 2013

Sem resposta que agrade

Hoje, perguntaram-me em quem vou votar e eu que não fujo com o rabo à seringa, respondi que em ninguém. Olharam-me de atravessado. Quero lá saber.

Nenhum dos candidatos fará diferença. Rectifico. Fazem diferença, pois. Como têm feito os do passado. Fazem diferença apenas para alguns. Para os outros, atiram uns grãozinhos de areia para os olhos, já que o pessoal não sua maioria não sabe a quantas anda.

É que não posso, em consciência, votar naquelas pessoas. Aliás, deixo de as ver como pessoas a partir do momento em que se associam a um partido e têm por trás fulano e beltrano. Essas pessoas deixam de ser pessoas. Passam a ser marionetas. Salvo raras excepções, claro!

E pior é quando conhecemos bem algumas dessas pessoas. Umas já sabemos que é sede de estar num cargo político, é sede do poder (que pensam ter) mas outras ainda vão na ilusão. Conhecem os meandros mas ainda pensam que "fazem e acontecem".
E aqui estarei para ver a marioneta que sairá à cena.
Estarei no público. Não a atirar tomates que não me falta educação mas a comprovar uma e outra vez aquilo que penso.
Eu sei, sou uma insatisfeita... mas daquelas que cruza os braços. Sei que não mudo nada. Já não me iludo.
É assim nesta pequena terra.

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Vá lá... e nem sou ruiva!

Ontem, para me aliviar do calor que não estava (raios partam o TPM!), fiz duas tranças.
Cruzo-me com o marido num corredor e ele a rir, dispara: - Mulher, pareces a Pipi das Meias Altas!

Palavras simpáticas, então não? Sempre inspiradoras.

Nem sonhes, o ruivo não me cai bem! E quanto às meias, já sabes que me fazem comichão!
Mas isto no Vh1 Music, é vira o disco e toca o mesmo?
O ideal para para a insónia!
O melhor é ir para a cama virar frangos... ou rezar o terço. Repetir por repetir, mais vale as Avés Marias e os Pais Nossos. Daqui a duas horas já devo dormir... ou não.

Avicii - Wake Me Up (Official Video)

Melhores que ginjas

São certas conversas que se ouvem nas esplanadas...
Parece que ser administrador de insolvência é uma excelente profissão... para quem consegue entrar no meio, é... como hei-de dizer... Muito "benéfico" para o bolso.
A corrupção está em todo o lado. Na justiça, na política, nas forças de autoridade, no meio empresarial. Tiremos o cavalinho da chuva. Isto não tem remédio.
E não há quem lhes ponha a mão em cima!
Um dia fico com uma úlcera.
Já estou como o outro. Cego, surdo e mudo. Assim não sabemos do que se passa à nossa volta.

sábado, 24 de agosto de 2013

Praia Fluvial de Vergancinho

E quando grande parte dos portugueses ruma ao Algarve, eu faço o oposto.
Em pleno Agosto, rumei ao centro de Portugal, para visitar amigos.

Serra e temperaturas altíssimas.
Em Cardigos, estivemos nesta belíssima praia fluvial.

Projecto recente, tem uma série de infraestruturas que convida e convence, até os visitantes de longe. Além da zona de banhos, tem balneários, bar, parque de merendas e até se pode fazer churrascos!
À noite, está toda iluminada e dá para ir beber uns copos. Disse-me um amigo que se quisermos, até de noite podemos tomar banho! Uauuu! Azar o meu que enquanto lá estive, as noites estiveram gélidas. Uma amplitude térmica bastante jeitosa!
Quando tirei esta foto já passavam das 20 horas e para tirar o meu sobrinho da água, foi o bom e o bonito! A água estava tão apetitosa que ninguém o convencia a sair!

Para o ano, se Deus quiser, conto regressar!

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Só oiço disparates à minha volta.
Vou dar um desconto que isto deve ser do calor excessivo que tem estado. Toldou-lhes os miolos.

Qual terraço, qual quê!

Açoteia. Açoteia. Açoteia.


açoteia
(árabe as-sotaihâ, diminutivo de sataha, terraço)

s. f.
[Arquitectura]  Terraço no alto da casa.

Se...

... esta casa estivesse como era há trinta anos e com a noite que está lá fora, levava um colchão para o terraço e dormia ao relento.
Ah, era tão bom!

Ciúmes

É tão giro ver o meu marido, nada dado a achaques destes, com um ligeiro ataque de ciumeira!
É giro! É giro! É giro!
(Deixa-me rir, esta história nem parece minha! lol)

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Hoje nem o café me arrebita

E não fosse o trauma com que fiquei da banheira, já lá estava dentro, a boiar em água tépida.
Para mal dos meus pecados, estou sozinha em casa. E quando estou sozinha, nem me aproximo da banheira.
Ah, pois é! Traumas recentes. Daqui a uns dez anos já devo ter ultrapassado isto... :D

Ai, soninho, soninho!

Não digas isso que fica mal!

Quero lá saber!
Estou cheia de sono. Pronta a pegar os dias com as noites.
Tanto, tanto sono!

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

De vez em quando sabe bem

Estar uns dias meio que desligada do mundo.
Sem telemóveis, sem internet, sem televisão!
Soube a pouco.

De castigo

E com beicinho.
Ausento-me por três dias, o Sasha fica com a minha mãe e quando regresso sou ignorada.

Chamo-o e ele nem se digna a olhar-me.
Com o dono foi o oposto. Foram só festinhas, pulos e lambidelas!

Já percebi. Estou de castigo.
Agora vou fazer o jantar e ver até onde ele leva a sua indignação quando lhe acenar com uma fatia de pão!

sábado, 17 de agosto de 2013

Onde estará

Tenho dois livros, por ler, na mesa de cabeceira.
Há bocado quando lhes mexi, fiz as contas e estão lá há quase oito meses.
É por estas e por outras que me pergunto onde está o Eu que eu era.

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Rihanna - Stay (Official Video) feat. Mikky Ekko

A caminho da praia, ligo o rádio e ele diz:
- Tia, adoro esta música!


A culpa foi do mosquito

Já com o juizo perdido por causa de um mosquito que não parava de voar à volta da minha cabeça, dei-me um valente estalo.
E raios, doeu como tudo.
Mas o filho da mãe não se ficou a rir!

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

À falta de uma palmada, há que desenrascar

Hoje assisti a uma birra descomunal.
Um fedelho de seis, sete anos, debulhava-se em lágrimas e gritava. E aquilo é que era berrar e sem que ninguém lhe tocasse.
A mãe pedia-lhe calma que não havia motivo para figuras daquelas. Ele em resposta gritava ainda mais.
A mim que nunca fui bafejada pela paciência, já me subiam os calores e nem era assunto que me dissesse respeito.
A mãe muito serena, disse-lhe apenas isto: - Ou te calas ou levas uma lamparina!
E apenas com a ameaça de uma lamparina, o puto calou-se.

Sei que a expressão é comum mas nunca percebi a lógica da comparação. 

Com a praia só p'ra ele (quase)


Aves de mau agoiro, xô, xô!

Irrita-me gente que a meio de Agosto, já grita que o Verão está a acabar.
Quem os ouve até pensa que são do norte.
Não. Vivem mesmo à minha beira. Numa terra onde se consegue fazer praia até Outubro.
Vêm estas alminhas dizer que já estão a preparar a roupa de Inverno.
Cruzes credo, vão viver para a Noruega vão, que lá é que estão bem.

Dá Deus nozes a quem não tem dentes...

Significados

Quando me deparo com palavras cujo significado desconheço, não descanso enquanto não vou ao dicionário.

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Não dá para acreditar

Meti na cabeça que o feriado de amanhã tinha sido um dos suspensos pelo governo.
Qual não foi a minha surpresa quando me apercebi que afinal ainda é feriado!
Até dei pulinhos!
Olha p'ra mim, feita tontinha!

Abanicos explosivos

Dei por mim, nua da cintura para cima, a despejar álcool pescoço abaixo e a abanar-me furiosamente com um leque que o dono de um restaurante chinês me ofereceu.
E de repente tudo ficou gélido!
Ainda é cedo para a menopausa, não? Ainda me faltam aí uns quinze anos, não?
Ah, ah! Ai, a insanidade!

terça-feira, 13 de agosto de 2013

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Quem será?

Quem vou eu engatar para fazer um arrozinho de pato?
Marido ou cunhado? Hum?

Desconfiada

Com a idade que tenho já devia ter mais juizo...
Não vou para a praia com estes calores grandes mas fico em casa... a passar a ferro.
Não bato mesmo bem da mona!

domingo, 11 de agosto de 2013

Mau, muito mau... cheiro

Eu sei que tem estado muito calor mas vamos lá a ver uma coisa:
- Se têm guito para andar bem vestidas e muito bem calçadas, também têm guito para tomar banho. BANHO! Não há roupa nem perfume que vos salve desse cheiro nauseabundo! Águinha e gel de banho, meus amores, é que são bons para esse mal! É pró rico e é pró pobre!
Aposto que os vossos Audis, BMW's ou Mercedes estão mais limpos que vocês!

E isto digo eu

A melhor altura para escrever, é aquela a meio da noite.
Aquela altura em que deviamos estar a dormir e para mal dos nossos pecados, o cérebro anda a mil à hora.
É nestes momentos que escrevemos o que queremos e o que não queremos.

sábado, 10 de agosto de 2013

No meio de tanto... nada.

Gosto de olhar para o que me rodeia, o pior é que às vezes deixo de ver.
É preferível.
Um dia destes também deixo de ouvir.
É melhor para a saúde. A minha.

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Período é doença

Segundo o meu sobrinho, é doença pois.
Ao telefone: - Tia, já tás boa do príodo?
E como se não se fiasse na minha resposta, assim que viu o tio perguntou-lhe: - Tio, a tia já tá boa do príodo?

Ainda traumatizo a criança.

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Amanhã, ela vai à vida

- A sogra leva entre outros, um doce que me faz babar e 5 litros de sangria.
- A mana faz bolo de bolacha que é só um dos meus bolos preferidos!
- E eu que sou mais regrada, levo uma torta de laranja.

- Dieta, minha menina, amanhã... xau, xau... bye, bye! Até segunda!

Já disse, não disse?

Que avalio as pessoas pelo modo como tratam os animais.

Cada vez mais.

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

É por coisas destas que compro cada vez menos em hipermercados

Laranjas da África do Sul, à venda no Continente.
África do Sul? Meus Senhores, isto é imperdoável!
Com laranja boa neste Algarve e estes fulanos dão dinheiro à África do Sul.

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Belas vistas

Passava de madrugada, numa rua de uma cidade e no silêncio da noite, sobressalto-me com o barulho de uma persiana a correr bruscamente. Olho instintivamente pra cima e fui brindada com a visão de dois tomates e uma generosa cenoura!
Curioso, Não me lembro sequer da cor da t-shirt que o dono das coisas vestia!  Já do resto...
Eleva o espírito, uma coisa destas! Mamma mia!

sábado, 3 de agosto de 2013

Jantar da nostalgia

Acabei de receber uma convocatória para um jantar.
Disse que ia mas no fundo não apetece nada.
Às vezes mais vale não desenterrar o passado.
Passado, é isso mesmo. Passado.
As pessoas mudam. Por isso mesmo passou a ser tudo Passado. Já nada vai ser como antes.
Pelo menos para mim.
Vou olhar e ver a mentira.
Vou ouvir e questionar a sinceridade das palavras.

Há muito que se foi a confiança e há muito mais se foi a cumplicidade.

Durex Play

Este post vem na sequência de uma conversa, daquelas que os maridos não gostam que as mulheres tenham com as amigas.

- Meus meninos, minhas meninas, já não têm desculpa para serem esquisitinhos!



sexta-feira, 2 de agosto de 2013