segunda-feira, 30 de maio de 2011

Legos

Como eu gosto de legos! Adoro! Sério! E tenho-lhes cá um respeito!!! Especialmente desde o dia em que pisei um e dei por mim de rabo no chão, numa quase espargata perfeita!  Entre risos e lágrimas (que cenas destas têm piada é quando acontecem aos outros!), pareceu-me que os ossos estavam inteiros, quanto aos músculos e tendões...

domingo, 29 de maio de 2011

Chuva versus Sol

Chove, faz sol, chove. (Estou a adorar! É pá, tou cá com uma vontade!) Agora está um sol tímido.
Festa ao ar livre com este tempo fica complicada!

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Sócrates: Comício ou Mini-Espectáculo?

Ponderei bastante, se deveria publicar este post mas fiquei de tal maneira (mal) impressionada com o que vi, que aqui vai.
Após o jantar, fui ter com uma amiga a Faro. Ao passar pela baixa, dei de caras com um espectáculo deveras peculiar.
Era um comício do PS.
O local, ao ar livre, é a chamada Pontinha.
Ora, nessa zona, tinha sido criado um espaço que parecia querer ser delimitado. Esse espaço, uma espécie de quadrado, era composto por um palco (com umas quantas filas de cadeiras lá em cima), em cada um dos lados do palco colocaram bancadas (do género das do circo, talvez mais altas) e em frente ao palco, deixando um pequeno espaço no meio para algumas cadeiras no chão, estava o estaminé de controlo de luzes e som. Atrás do estaminé, estavam os carros e o autocarro da campanha.
O que achei peculiar foi o seguinte:
Haviam mais manifestantes e curiosos a assistir à manifestação, fora do tal espaço, do que pessoas no comício.
Sim, porque o comício mais parecia um mini-espectáculo. Muitas luzes, muita música, bandeiras Enormes mas pouquíssimas pessoas! (Quero dizer, nunca pensei ver tão pouca gente num comício de um dos maiores partidos políticos do país!) Uma voz, incessante, incentivava os apoiantes a gritarem "PS" e "Sócrates" mas que parecia não obter retorno (Pelo menos durante o tempo que levei a passar...) ou então a música estava tão alta que absorvia o resto.
Agora estou curiosa para ver os noticiários.
Naquele espaço já se fizerem concertos, variados eventos e o PS costuma fazer lá os seus comícios. Costuma encher e muito!
Desta vez pareciam interessados em ter um espaço controlado, como se de uma sala, com delimitações físicas, se tratasse. Será para parecer que havia muita gente?

Seria uma verdadeira noite de Verão...

... se não estivesse a chover.
20 graus na rua e chove.
Resumindo:
Manhã: calor, ar abafado e chuva.
Tarde: calor, ar mais que abafado e céu meio cinzento.
Noite: calor e chuva...

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Engano-me e gosto!

Sou daquelas pessoas que chegando a hora de dormir, não consegue desligar. 
Passo o dia a pente fino, visualizo a agenda do dia seguinte, preocupo-me com tudo e com mais alguma coisa. É o cão abandonado que arranca roupa dos estendais de tudo o que é vizinhança, é a gata da vizinha do lado, é a pulga da gata, ...
De há uns tempos para cá, notei que estando na cama com a televisão ligada, adormeço em cinco minutos mas se o quarto estiver silencioso, é ver a minha mente e imaginação a dispararem, independentemente de estar ou não cansada. Viro para a esquerda, viro para a direita e quando dou por mim, passei duas horas a gastar lençol e nada de pregar olho.
Como não há necessidade de tortura, agora programamos a TV e selecciono uns desenhos animados. Com "As misteriosas cidades de ouro" e com o "Tom Sawyer", adormeço num abrir e fechar de olhos mas... e há um mas, se o meu marido optar por desligar logo a televisão, acordo de imediato. São necessários pelo menos trinta minutos! 
Pior que criança!

terça-feira, 24 de maio de 2011

Botão Off

Devíamos ter um botão destes para quando precisamos descansar!
É que o meu cérebro não me deixa...

E para mais ajuda

No fim-de-semana vou fazer uma sobremesa para a festa de uma amiga.
São no mínimo cinquenta pessoas.
E escolhi o quê?
MOUSSE DE CHOCOLATE!
E parece que vou ter de ser generosa nas quantidades...
Venha a tentação!

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Chocolate, chocolate, chocolate,...

Há dias marchou uma tablete... outra deve seguir o mesmo caminho esta noite, se não conseguir controlar estas ganas!
Não como, não como, não como!
Meses e meses sem me lembrar que tal coisa existe e depois é esta triste figura!

domingo, 22 de maio de 2011

Brilhante conclusão

Se pessoas do nosso passado, ficaram por lá... por algum motivo terá sido!!
E tenho cá para mim que é o melhor!

sábado, 21 de maio de 2011

Efeitos do temporal no jardim

O temporal do outro dia, deixou-me o jardim em pé de guerra.
A intensidade da chuva dobrou algumas plantas, o vento arrancou outras, vasos pesados partidos, outros tombados!
Na véspera, semeei umas flores que tenho cá para mim, não vão nascer!
Apesar de no próprio dia, termos retirado muita terra, mudado e transplantado plantas e flores, ainda há muita coisa para arranjar!
O sábado vai ser estafadinho.
Xô chuva!!

sexta-feira, 20 de maio de 2011

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Credo!

Ontem cheguei a casa com uma vontade maluca de comer bolo de laranja.
Procurei uma receita na net. Encontrei uma num blogue. Diziam maravilhas do bolo e era completamente diferente de todas as receitas que já experimentei.
- 1 laranja grande, bem lavada e sem os topos
- 4 ovos
- 1 chávena de óleo
- 2 chávenas de açúcar
- 2 chávenas de farinha
- 1 colher de chá de fermento em pó

Parte-se a laranja em quartos e deita-se para dentro da liquidificadora (com casca e tudo) juntamente com os ovos, o óleo e o açúcar. Achei que era pouco açúcar e acrescentei mais uma chávena. Imagino se não o tivesse feito!!
Bate-se muito bem durante uns minutos.
Coloca-se a farinha e o fermento numa vasilha e adiciona-se a mistura da liquidificadora. Depois levar ao forno previamente aquecido a 180 graus, em forma devidamente untada e polvilhada com farinha.

Esteve cerca de uma hora no forno e quando o desenformei estava lindo.
Quando estava morninho, cortei umas fatias e toda lampeira fui alapar-me no sofá, pronta para ver um filme e acalmar a gula de doces.
Dei uma dentada e todos os pelinhos do meu corpo se eriçaram! Só de me lembrar...!
Um horror! Amargo como tudo!
Bom? Quem pode dizer que aquela receita dá um bolo fenomenal? Devem adorar doce de laranja amarga. Sim, era a isso que o bolo sabia! Foi direitinho para o lixo porque nem com muito esforço se conseguia tragar! Blanhc!

quarta-feira, 18 de maio de 2011

O céu desabou...

Esta manhã instalou-se o caos. Uma pluviosidade intensa e demorada, acompanhada de trovoada e relâmpagos enormes.
Inundações quase instantâneas, pessoas com os carros alagados e que se recusavam a sair lá de dentro,
água pelos joelhos de quem se arriscava pelas ruas! 
Restaurantes, lojas, escritórios, escolas, incontáveis os que tiveram problemas com a chuva! Em certas zonas falharam a luz e os telefones fixos.
E depois ainda se ouvem comentários do género: "Tanto histerismo para quê?" Isto dito por uma pessoa que não se queria molhar para ajudar três colegas a conter os efeitos da chuvada mas assim que lhe telefonaram para avisar que o carro dela estava em risco de ficar submerso, quem ficou realmente histérico foi ela.
Os bombeiros nem sabiam para onde se virar!
As mesmas desculpas de sempre... sarjetas sujas...
 

terça-feira, 17 de maio de 2011

Vrumvrum

O "vrumvrum" passou a "vião". Avião.
E fui eu que ensinei.
Olha para mim!! Toda inchada!!
Aquele menino vai ser piloto! Escrevam o que eu digo!

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Nem sei o que dizer

Descobri ontem que alguém usou textos aqui do blogue. Este e este.
São a minha opinião pessoal e valem o que valem.
Alguém agarrou neles e colocou-os como comentários num blogue.
Blogue esse que me parece ser de sátira política.
Um blogue vivaço e um bocado desorganizado e que me parece representar os ideais de um político português.
Esse alguém, indicou o local donde tirou os textos e lá está o xoninhobom.blogspot.com bem escarrapachado.
Agora percebo porque é que em determinada altura tive um surto de visitas daquela zona.
Sinceramente, nem sei o que dizer...

domingo, 15 de maio de 2011

Depilação versus Vem Dançar Kuduro



Há um ano, cansei de ir à esteticista. Eram sempre duas horas perdidas, hum... era irritante! Duas horas dão para ver dois episódios das minhas séries preferidas!
Cansei.
Comprei uma máquina igualzinha à da esteticista (ela é que não achou piada) e comecei a fazer em casa.
Maravilha das maravilhas, a máquina já está mais do que paga!
Ora, na última vez que me dediquei a mais uma sessão de tortura voluntária, estava a ver uns vídeos de música e começou esta.
Então não é que tem efeitos anestesiantes? Depilar naquelas zonas que nos deixam assim, de barriga encolhida, a antecipar a dor porque são mais sensíveis, agora já não custa... não sei por quê mas já não custa tanto! Achei piada à coisa...

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Parabéns!!!

O meu rapaz faz hoje oito anos.
Se o dia estiver bom, vamos até à praia! Ele adora e nós também!! (Agora é uma óptima altura para ir à praia, está calor e o areal é só nosso!)
Se há coisa que o diverte é uma boa brincadeira com pedras. Ele escolhe uma, dá-nos à mão e fica à espera que a atiremos. Ele corre que nem um louco e nós quase que ficamos com uma distensão! Quando acha que já chega, guarda-a na boca e de certeza que a leva para casa!
 Uma pena a foto ter sido tirada contra o sol! A pedra quase que não se vê mas ela está lá! Na parte de cima da foto, onde acaba o areal e começa o mar, prestes a ser apanhada!

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Um dia destes

Quando o despertador toca de manhã, parece que acordo para um pesadelo! A coisa anda tão animadora no trabalho que um dia destes meto uns diazinhos de férias, para ficar em casa.
Vou dedicar-me exclusivamente a limpezas profundas, a cozinhar, a lavar, pendurar e passar roupa. 
Garanto que ao fim de dois dias estou a desejar de volta, o meu trabalhinho super stressant de todos os dias!
(Acho que nem a mim convenço! Odeio estas fases!)

sábado, 7 de maio de 2011

Onze horinhas de sono!!! Tirei a barriguinha da miséria!

E fiquei com uma sensação de tempo perdido.
Não há maneira de estar satisfeita.
Mulher complicada.

Mel à porta

Não, não tenho uma colmeia à porta mas estou desconfiada que alguma coisa a minha porta deve ter!
Aqui há uns tempos, um cachorro abandonado mas super independente, achou que o tapete da minha porta da frente e um dos canteiros, eram o local ideal para dormir! Estragou o tapete, o canteiro não ficou melhor mas enquanto aqui apareceu foi sempre bem tratado. De um dia para o outro, o animal sumiu. Houve quem dissesse que alguém o levou porque precisava de um cão esperto. Quero acreditar que sim mas tenho ali ao fundo uns vizinhos meio marados... nem quero pensar no que nos passou pela cabeça...
Ora, nem tinham passado 48 horas quando descobrimos novo inquilino! Desta feita, um cachorro novinho, arraçado de pastor alemão. Dá uns longos passeios com o meu marido e com o nosso cão, dorme à porta, chora porque quer entrar, ... estamos tramados!
Estou desconfiada que nos andam a deixar os animais à porta... ou isso, ou temos mel na porta!

sexta-feira, 6 de maio de 2011

A precisar do fim-de-semana como quem precisa de oxigénio...

Dormir, dormir, dormir.
É urgente.

Preguiça ou estupidez?

Foi pedido a uma colega que na ida ao correio, fizesse um pequeno desvio e fosse ao banco trocar determinada quantia em moedas.
A rapariga regressa ao escritório e com a maior cara de pau, diz a quem lhe pediu os trocos: "Olha, lá no banco não havia trocos. Ainda tentei nos correios mas não havia grande coisa."
A outra ainda pensou que ela estava no gozo... mas neps! Nada de trocos!
Não tinha sido melhor admitir que se esqueceu? Ou que não lhe apeteceu desviar até ao banco? Não!! Bora aí mostrar que é estúpida e candidatar-se à porta da rua!

Ainda acerca da "vocação"

Quem não acha muita piada à coisa, é o meu marido.
Está bem que o rapaz sabe que no meu trabalho, por vezes temos de saber encontrar pérolas no meio de muita areia mas ver-me muito aplicadinha mexe-lhe com os nervos!
Há aquela linha muito ténue... até hoje foram sempre "coisas" pessoais.
Não sei se era capaz de o fazer por dinheiro.

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Vocação

Há uns anos, um determinado assunto moeu-me o juízo. 
Andei ali umas duas semanas com uns macacos negros a crescerem na cabeça. Cheguei a um ponto que nem dormir conseguia. Parei, pensei muito, elaborei um plano, pesei os prós e os contras e resolvi agir. Pior não havia de ficar.
O meu plano consistia em investigar e seguir uma pessoa cujos actos me estavam a prejudicar. Não impliquei mais ninguém. Se algo corresse mal, a responsabilidade seria só minha.
Deu-me muito trabalho mas ao fim de algum tempo tinha as provas nas mãos. Com tudo o que reuni, confrontei a pessoa. Preto no branco. Ponto final num assunto muito incómodo.

Passados uns tempos, o comportamento estranho de um namorado, encheu-me de desconfianças. Era impossível manter uma relação assim. Com muito jeitinho e alguma manha, confirmei as desconfianças. Nem lhe dei hipóteses. Acabou tudo porque assim o entendi. Sem barulho, nem confusão. Ainda hoje deve pensar que foi despachado porque não me satisfazia intelectualmente!!! (O que não deixa de ser verdade!!)

Há uns meses um familiar começou a ter um comportamento duvidoso. Muito duvidoso. Outro familiar por causa desse comportamento andava um farrapo. Cheio de dúvidas, de incertezas, de medos.
A minha irmã saturada, começa a pesquisar. Fez o trabalho mais difícil. 
A mim coube-me a parte de confirmar in loco. Três dias. Em três dias, consegui o suficiente. E ninguém se apercebeu de nada. Afinal não há razões para dúvidas e medos. Agora é só dar espaço à pessoa para que por sua iniciativa, ponha a família a par dos seus planos. Mais uns tempos e isso vai acontecer. Agora que já tranquilizámos o outro familiar, é só dar tempo ao tempo e as coisas resolvem-se!

Parece que na minha família gostamos de brincar aos detectives!! lolol Com a crise que aí está, nunca se sabe! É sempre bom ter outros recursos! 

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Haja paciência!

Já alguém viu uma pessoa passar-se completamente dos carretos, só por se ter esquecido de pôr o desodorizante??
Até há meia hora... aí estava uma coisa que eu nunca tinha visto!
A cinco minutos de sairmos para almoçar, começa aquela alminha a gritar como se estivesse a acabar o mundo. E lá foi ela a casa... (era mais fácil ir ali ao supermercado mas ela lá sabe)
Há com cada nóia!

terça-feira, 3 de maio de 2011

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Pedir um desejo

Há séculos que não via alguém morder a vela de aniversário e pedir um desejo.
E muito menos um homem de quase quarenta anos! E com uma fé enorme!!
São coisas de crianças? Afinal parece que não!

Como ficar deprimida

Descobri uma boa maneira de ficar deprimida.
Nada como chegar a casa, preparar o jantar, começar a comer mas antes ligar a televisão.
E entre garfadas vamos ouvindo a Clara de Sousa...
Foi o suficiente... foi uma injecção de insolvências, falências, penhoras, execuções fiscais, leilões e sei lá o que mais... Todos sabemos que é a negra realidade.
E cada vez mais defendo que enquanto se faz uma refeição não devemos ter a televisão ligada.
Até perdi o apetite.